MUANÁ POLÍTICA| O Pleno do Tribunal de Contas dos Municípios condena ex-Prefeito Murilo Guimarães

O Pleno do Tribunal de Contas dos Municípios condena ex-Prefeito Murilo Guimarães

O Tribunal de Contas dos Municípios em sessão virtual do Pleno no dia  (14), agora novamento condenou  o ex-Prefeito Murilo Guimarães por diversas irregularidades em suas contas das gestões 2017 e 2019.

O Pleno em sua unanimidade votou pelo relatório do Ministério Público onde pedida a nulidade das contas de Murilo devido a falta da apresentação de defesa para as denúncias apresentadas contra o mesmo que incluem: Falta de apresentação do Relatório de Gestão Fiscal, Atos da Prefeitura, Guia de recolhimentos do INSS dos servidores, falhas na prestação de contas do Fundo de Previdência do Município, falta de relatórios do Controle Interno e diversos atos irregulares em licitações, com isso Murilo teve as contas DESAPROVADAS e ainda terá que ressarcir o erário público em 11 mil reais alem de mais de 21 mil reais em multa.

Murilo foi afastado pela Câmara e mantido afastamento pelo Tribunal de Justiça do Estado após apresentação de denúncias que sugerem que o gestor teria dado um prejuízo superior a 20 milhões de reais aos cofres do município durante os anos que passou a frente da Prefeitura de Muaná.

Na mesma sessão foram julgadas as contas do atual gestor Biri Magalhães e votas aprovadas por unanimidade referentes aos dias de Gestão do ano de 2019.
Fonte: TCM/PA

Comentários