POLÍCIA | Ação conjunta da Polícia militar e cívil apreendem pássaros silvestres em SOURE

Equipes do policiamento ordinário e do Grupamento Tático Operacional do 8° Batalhão (8° BPM), atuando em parceria com agentes da Polícia Civil e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente do (Semma) do município de Soure, na região do Marajó Ocidental, apreenderam pássaros silvestres que estavam mantidos em cativeiro, em uma ação realizada na tarde desta sexta-feira (03).

A operação teve como principal objetivo coibir queimadas urbanas, além de identificar os moradores que insistem nesta prática, para, primeiro, orientar e conscientizar sobre os danos que a queimada provoca para a saúde, principalmente para as crianças e idosos, e em caso de reincidência, realizar os procedimentos legais.

A operação, que foi planejada para ocorrer pelo menos duas vezes por semana, percorreu vias do bairro Novo e São Pedro. Apenas um foco de incêndio foi encontrado e rapidamente controlado, contudo os responsáveis não foram localizados.

Durante as averiguações os agentes localizaram, aproximadamente, 15 pássaros silvestres que eram mantidos presos em gaiolas. Os donos fugiram ao perceber a aproximação da equipe e os animais foram soltos em uma área de preservação ambiental. "Nós conseguimos percorrer algumas ruas do município com barreiras itinerantes e também visando o combate a captura de animais silvestres", explicou o subcomandante do 8° Batalhão, que está respondendo pela unidade, major Marco Antônio Nogueira. Esses pássaros foram capturados e mantidos de forma irregular, de acordo com o comandante.

Dirlene Silva, secretária de Meio Ambiente, explica a operação e a apreensão das aves. "Ainda persiste o hábito das pessoas de tocar fogo em folhagens e elas acabam colocando outros resíduos no meio. Nossa ação é para conscientizar que isso é um crime ambiental e que existem outras maneiras de tratar os resíduos, porém, nos deparamos com várias gaiolas com passarinhos. Nós não temos como ignorar por se tratar de outro crime, então fizemos a apreensão e vamos soltá-los em uma área de preservação ambiental no município", completou a secretária municipal.
Texto: ASCOM - PMPA

Comentários