MUANÁ | SEDUC BLOQUEIA CONVÊNIOS DE MUANÁ POR IRREGULARIDADES DO EX-PREFEITO MURILO

Está muito difícil para conseguir Convênios com o Governo do Estado por conta de diversos desmandos na administração do ex-prefeito cassado SÉRGIO MURILO DOS SANTOS GUIMARÃES.

 

Murilo deixou Muaná com nome sujo junto ao Governo Federal, por omissão de prestação de contas da Saúde e Educação, além de dívidas milionárias com a Previdência e desvios em recursos de convênios, que lhe renderam até bloqueios de contas e quebra de sigilo na Justiça Federal.

 

Sem poder apelar ao Governo Federal para buscar recursos, o atual prefeito Biri Magalhães luta para celebrar convênios com o Estado do Pará, visando reforma do Hospital, Construção da Orla e muitos outros.

 

Ocorre, que Murilo também deixou o nome do Muaná sujo na SEDUC, por irregularidades na prestação de contas do Convênio 106/2018. Ele recebeu o valor de R$504.704,00 (Quinhentos e quatro mil, setecentos e quatro reais), que teve como objeto o TRANSPORTE ESCOLAR, que foi julgado IRREGULAR.

 

O TCE/PA instaurou Tomada de Contas, mas a demora nessa tramitação pode durar anos e agravar a situação do Município de Muaná, hoje impedido de realizar convênios com o Estado, conforme lista do SIAFEM.

 

A SEDUC exige do atual gestor que seja adotada medida judicial de responsabilização de Sérgio Murilo, para que possa celebrar novos convênios. E isso já foi feito pela Assessoria Jurídica do Município, conforme a ação 0800142-07.2020.8.14.0033 que pede ao Juiz de Muaná que bloqueia mais uma vez os bens de Murilo para pagar por essa mais esse calote.


LEIA na íntegra o processo













































Comentários