ESTUPRO DE VULNERÁVEL E HOMICÍDIO LEVAM A PRISÕES EM SALVATERRA

Seis pessoas foram presas nesta terça-feira (20), em Salvaterra, na Ilha do Marajó, durante a Operação "Greeting", da Polícia Civil, que visa cumprir mandados de prisão em aberto no município. Ao todo, foram 12 mandados de prisão preventiva deferidos pela Justiça, pelos mais diversos crimes, como homicídio, tráfico de drogas, estupro de vulnerável, entre outros.


Os presos são Ananias Branham Santo Amado, Rosimar da Silveira Oliveira, Edivaldo Silva da Silva, Danilo Ramon Pena de Novais, Diessica Nascimento do Nascimento e Alfredo Souza Martins. Todos foram remanejados para a cidade de Soure, onde fica a sede da superintendência regional.

Um dos casos de prisão foi o de Ananias Branham Santo Amado, que abusou sexualmente da própria irmã, adolescente, que posteriormente foi abusada pelo próprio pai, que também já está preso, e desse abuso engravidou e veio a ter um filho de seu genitor.

Para o delegado Yan Almeida, titular da Delegacia de Salvaterra, com essas prisões "o cometimento de crimes e o sentimento de vigência da ordem legal vai trazer mais tranquilidade aos moradores de Salvaterra".

Da redação de O Liberal

Comentários